Clipping de Relações Internacionais

Mercado prevê inflação acima do teto da meta em 2011

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Emilia C. de Paula on 26/09/2011

SÃO PAULO – Reuters – 26/09/11.

Pela primeira vez neste ano, o relatório Focus do Banco Central mostrou que o mercado prevê o descumprimento da meta de inflação em 2011, em meio à forte alta recente do dólar.

  (more…)

Comentários desativados em Mercado prevê inflação acima do teto da meta em 2011

China diz que controle da inflação é prioridade

Posted in Ásia & Oceania, Economia, Comércio & Finanças by Emilia C. de Paula on 11/07/2011

XANGAI/PEQUIM – Reuters – 11/07/11.

O primeiro-ministro e o presidente do banco central da China prometeram nesta segunda-feira evitar que a elevada inflação prejudique a economia, reforçando as expectativas de mais aperto monetário.

(more…)

Comentários desativados em China diz que controle da inflação é prioridade

Nova chefe do FMI alerta para fluxo excessivo de capitais para emergentes

Posted in Economia, Comércio & Finanças by gleika on 06/07/2011

Washington – BBC Brasil – 06/07/2011

Em sua primeira entrevista coletiva como diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), a francesa Christine Lagarde prometeu nesta quarta-feira levar adiante as reformas em curso na instituição para dar mais voz às economias emergentes. Ela alertou, no entanto, que o fluxo excessivo de capital para esses países são um dos principais problemas no momento. (more…)

Comentários desativados em Nova chefe do FMI alerta para fluxo excessivo de capitais para emergentes

FOCUS-Mercado eleva previsão de Selic em 2011 e 2012

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 02/05/2011

SÃO PAULO, 2 de maio (Reuters)

O mercado elevou pela oitava semana seguida a previsão de inflação neste ano e aumentou os cenários para a Selic em 2011 e 2012, depois de declarações recentes do Banco Central indicam um ciclo mais amplo de aperto.

A estimativa para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2011 subiu para 6,37 por cento, ante 6,34 por cento na semana anterior, mostrou o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira. O prognóstico para 2012 manteve-se em 5 por cento.

A meta do governo é de inflação a 4,5 por cento, com tolerância de dois pontos percentuais.
A previsão para a inflação em 12 meses, por outro lado, caiu, de 5,42 para 5,34 por cento. (more…)

Comentários desativados em FOCUS-Mercado eleva previsão de Selic em 2011 e 2012

Para ‘Economist’, real forte é desafio no combate à inflação

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças, Opinião Pública/Mídia by Emilia C. de Paula on 21/04/2011

Brasil – BBC – 21/04/11.

Em um artigo publicado em sua última edição, a revista britânica The Economist diz que a valorização do real frente ao dólar representa um grande desafio para o Brasil no controle da inflação e compara os dois problemas, a alta da moeda brasileira e a inflação, a “cavalos selvagens”.

(more…)

Comentários desativados em Para ‘Economist’, real forte é desafio no combate à inflação

China eleva novamente taxa de juros para conter inflação

Posted in Economia, Comércio & Finanças by Larissa Sauer on 06/04/2011

BBC Brasil – 05/04/2011

O Banco Central da China anunciou nesta terça-feira o quarto aumento na taxa de juros em seis meses, em uma tentativa de frear o volume de financiamentos bancários, conter a inflação e evitar um superaquecimento da economia.

(more…)

Comentários desativados em China eleva novamente taxa de juros para conter inflação

Dólar baixo e inflação impulsionam viagens de compras ao exterior

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Larissa Sauer on 06/04/2011

BBC Brasil – 05/04/2011

Brasil – O câmbio favorável e o recente aumento da inflação estimulam a procura pelo turismo voltado para compras no exterior. De olho na demanda, agências de viagem têm lançado novos pacotes sob medida para brasileiros que viajam para consumir.

(more…)

Tagged with: , , , ,

Comentários desativados em Dólar baixo e inflação impulsionam viagens de compras ao exterior

Fábricas aceleram e mantêm inflação alta na China e na Índia

Posted in Ásia & Oceania, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 01/04/2011

PEQUIM/BANGALORE (Reuters)

As fábricas da China e da Índia receberam mais encomendas e elevaram a produção em março, mantendo pressões inflacionárias intactas e destacando a necessidade de mais aperto monetário.

Na China, duas pesquisas com gerentes de compra mostraram que a atividade manufatureira cresce moderadamente, e alguns economistas disseram que uma desaceleração maior pode acontecer.

O índice oficial do setor manufatureiro chinês, compilado pelo governo, subiu de 52,2 em fevereiro –a mínima em seis meses– para 53,4 em março, pouco abaixo das previsões de 54,0. (more…)

Comentários desativados em Fábricas aceleram e mantêm inflação alta na China e na Índia

Bruselas advierte sobre el riesgo de la inflación por la subida del petróleo

Posted in Economia, Comércio & Finanças, Europa by Nejme Joma on 03/03/2011

Bruxelas – El País

El aumento de los precios de la energía y de las materias primas en los últimos meses ha provocado un alza de las presiones de la inflación en la UE y especialmente en España para 2011. El comisario de Asuntos Económicos y Monetarios, Olli Rehn, expresó ayer su preocupación por los riesgos en materia de inflación que se han acentuado en cierta medida por la evolución de la situación política en oriente Medio y África del Norte. Bruselas ha corregido ligeramente al alza, una décima, las previsiones de crecimiento en la UE para 2011, que alcanzará el 1,8%; mientras que en la zona euro se situará en el 1,6%. Para España, la mejora es también de una décima, por lo que el crecimiento será del 0,8%, bastante alejado del 1,3% previsto por el Gobierno y menos de la mitad que la media europea.

Rehn precisó que las previsiones de crecimiento se habían realizado tomando como base un precio del petróleo de 100/102 euros por barril, aunque durante los últimos días, a consecuencia de las movilizaciones populares en Libia había alcanzado los 114. Los cálculos de la Comisión parten de la base de que un aumento del petróleo de 10 dólares por barril supondría una caída del crecimiento de una décima. Esto implica que la mejora del crecimiento pronosticada por Bruselas quedaría neutralizada si el petróleo se mantiene en los 110 dólares y fuertemente afectada si se dispara a precios mayores. El comisario precisó, de todas formas, que “con este tipo de evolución de los precios” no espera “ningún tipo de recaída en la recesión”.

La consolidación de la recuperación viene determinada por una mejora de la demanda interna. Rehn precisó que “aunque las exportaciones deberán continuar sosteniendo la demanda interna, el reequilibrio del crecimiento hacia la demanda interior que se espera para 2011 deberá generar un crecimiento más duradero”.

El comisario destacó los cambios experimentados en la economía alemana, que con un crecimiento previsto del 2,4% consolida su papel de motor de la zona euro. Se trata de un crecimiento impulsado cada vez más por la demanda interna. El año pasado la contribución de la demanda interna alemana registró un aumento del 2,6%, superior al de las exportaciones del 2,1%. “Se está produciendo un reequilibrio interno en Alemania”, dijo Rehn, “lo cual es bueno para Alemania y para Europa”. (more…)

Comentários desativados em Bruselas advierte sobre el riesgo de la inflación por la subida del petróleo

Protestas en Bolivia por el alza de precios de los alimentos

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Leila Yatim on 19/02/2011

Bolívia – Clarín – 19/02/2011.

 

Miles de obreros pidieron un aumento del salario mínimo acorde a la inflación.

 

Las protestas se intensificaron ayer en varias ciudades de Bolivia donde miles de manifestantes marcharon en rechazo al aumento en el precio de los alimentos y en reclamo de subas salariales. (more…)

Comentários desativados em Protestas en Bolivia por el alza de precios de los alimentos

Medidas econômicas do governo estimulam a indexação

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 13/02/2011

Brasil – Estadão

Dezesseis anos após o Plano Real, a economia brasileira ainda não conseguiu se livrar da indexação, a correção automática dos preços pela inflação passada. Ela é responsável por cerca de 15% da inflação dos últimos meses, segundo cálculo do economista Heron do Carmo, presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon) de São Paulo.

A influência se dá pela correção de preços como aluguel, tarifas de ônibus e mensalidades escolares, todos reajustados, formal ou informalmente, com base nos índices de inflação. Embora esse mecanismo de perpetuação da inflação preocupe o governo, não há nenhuma medida em estudo para atacar a indexação. Avalia-se que a melhor forma de livrar os agentes econômicos desse vício é a queda consistente da inflação.

“Quando a meta de inflação for mais baixa, os prazos de correção dos contratos poderão ser mais longos do que um ano e assim a indexação vai desaparecendo”, comenta uma fonte. A meta é de 4,5% para 2011 e 2012.

Atualmente, medidas em estudo no governo estão na direção contrária: vão indexar ainda mais a economia. Nos próximos dias, será enviada ao Congresso uma medida provisória fixando o salário mínimo de 2011 e estabelecendo que será corrigido pela inflação do ano anterior, acrescido do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos atrás. Essa indexação foi criada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006, mas ainda não está em lei. A presidente Dilma Rousseff o fará. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. (more…)

Comentários desativados em Medidas econômicas do governo estimulam a indexação

BC chinês volta a subir as taxas básicas para frear a inflação

Posted in Ásia & Oceania, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 08/02/2011

PEQUIM (AFP)

O Banco Central chinês decidiu nesta terça-feira aumentar sua taxa básica de juros pela terceira vez em quatro meses, como parte dos esforços das autoridades de Pequim para frear a inflação ante o temor de revoltas sociais.

A instituição monetária informou, em um breve comunicado, que vai aumentar a taxa de juros para os depósitos e empréstimos a um ano em 0,25% percentuais, para elevá-las a 3 e 6,06%, respectivamente.

 Em outubro, o BC chinês havia aumentado suas taxas básicas pela primeira vez em quase três anos para frear o fluxo de liquidez que estava alimentando a inflação e pressionando os preços imobiliários.

 As autoridades monetárias chinesas voltaram a subir as taxas em 25 de dezembro passado.

A inflação, assunto que preocupa muito Pequim, teve em novembro passado seu nível mais alto em dois anos, 5,1%, antes de desacelerar a 4,6% em dezembro.

 A inflação foi de 3,3% para o conjunto de 2010, acima do objetivo oficial de Pequim, de 3%. (more…)

Tagged with: , , ,

Comentários desativados em BC chinês volta a subir as taxas básicas para frear a inflação

BCE elevará juro se inflação não diminuir até o fim do ano

Posted in Economia, Comércio & Finanças, Europa by Nejme Joma on 06/02/2011

MADRI (Reuters)

O Banco Central Europeu (BCE) terá de elevar os juros se a taxa de inflação não começar a desacelerar até o fim de 2011, disse neste domingo José Manuel González-Paramo, membro do Conselho Executivo da autoridade monetária.

“O BCE está confiante de que a alta atual da inflação é temporária, ligada ao preço de certas matérias-primas. Nós esperamos que ela comece a cair novamente no fim do ano”, disse González-Paramo em entrevista publicada ao jornal ABC.

“Mas se isso não acontecer, nós precisaremos elevar os juros. Nós não podemos deixar que (a inflação) saia do controle. A perda de credibilidade no ancoramento da inflação tem consequências muito sérias e negativas”, advertiu.

O BCE manteve a taxa de juros da zona do euro na mínima recorde de 1 por cento na quinta-feira e amenizou especulações de uma elevação de juros no curto prazo, dizendo que a inflação maior que a prevista no mês passado não alterou a avaliação dos riscos de médio prazo.

González-Paramo descartou o risco de estagflação na zona do euro, com a inflação perto de 2 por cento, mas admitiu que a Espanha “é uma situação à parte”, pois o país tem de absorver o impacto de uma bolha imobiliária de décadas. (more…)

Tagged with: , ,

Comentários desativados em BCE elevará juro se inflação não diminuir até o fim do ano

Fórum Econômico Mundial prevê leve desaceleração econômica em 2011

Posted in Economia, Comércio & Finanças, Regiões by Nejme Joma on 29/01/2011

Davos (Suíça), 29 jan (EFE).

Os participantes do Fórum Econômico Mundial preveem uma leve desaceleração econômica no mundo em 2011 com relação ao índice de 2010, mas, ainda assim, se mostraram otimistas a respeito das perspectivas para este ano.

Na reta final do Fórum Econômico realizado desde quarta-feira em Davos, na Suíça, os analistas previram que, neste ano as economias desenvolvidas crescerão, em média, 2,5% – sendo que a taxa prevista para os Estados Unidos é de 3%, na zona do euro é de 1,5% e nos países emergentes, 6,5%.

A economia mundial enfrenta vários desafios como inflação (no caso das economias emergentes), encarecimento do petróleo e das commodities, “guerra cambial”, consolidação fiscal e dívida soberana, no caso da zona do euro.

O presidente do Banco Mundial, Robert B. Zoellick, advertiu sobre o perigo de superaquecimento das economias emergentes e dos riscos derivados da dívida soberana na zona do euro.

A ministra da Economia e Finanças da França, Christine Lagarde, lembrou que o crescimento da zona do euro foi de 1,7% em 2010, com um déficit de 6,4% do Produto Interno Bruto (PIB), e uma dívida de 84%. (more…)

Comentários desativados em Fórum Econômico Mundial prevê leve desaceleração econômica em 2011

Transportes e educação pesam sobre inflação em SP

Posted in Américas, Sistemas Políticos by Nejme Joma on 11/01/2011

SÃO PAULO (Reuters) – 11/01/2011.

A inflação ao consumidor em São Paulo acelerou na primeira semana de 2011, já começando a refletir o impacto sazonal do reajuste dos custos de educação no início do ano letivo e o reajuste da tarifa de ônibus urbano.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo teve alta de 0,61 por cento na primeira quadrissemana de janeiro, ante 0,54 por cento no mês de dezembro, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

Os preços de Educação registraram elevação de 0,96 por cento agora, contra 0,10 por cento antes. Os de Transportes –que incluem a tarifa do ônibus– aumentaram 0,77 por cento na primeira quadrissemana, após 0,39 por cento em dezembro. (more…)

Comentários desativados em Transportes e educação pesam sobre inflação em SP

Era Lula chega ao fim com emprego recorde e risco inflacionário

Posted in Américas, Política & Política Externa by Emilia C. de Paula on 27/12/2010

BRasil – BBC – 27/12/10.

Com uma taxa de desemprego de 5,7% em novembro – o melhor resultado desde 2002 – e um crescimento previsto de 7,5% do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega ao fim de seu mandato com uma coleção de indicadores econômicos positivos – mas também deixa alguns desafios a sua sucessora, dentre eles inflação em alta e a perda de competitividade do produto nacional.

(more…)

Comentários desativados em Era Lula chega ao fim com emprego recorde e risco inflacionário

Mercado eleva previsões para inflação; mantém para Selic

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 27/12/2010

SÃO PAULO (Reuters)

O mercado elevou a estimativa de inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano a 5,90 por cento ante 5,88 por cento na semana anterior e aumentou a estimativa para 2011 a 5,31 por cento contra 5,29 por cento, mostrou o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira.

A meta de inflação de dois anos tem centro em 4,5 por cento e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo. Para os próximos 12 meses, a projeção para o IPCA caiu para 5,39 por cento, ante 5,40 por cento na semana anterior. (more…)

Tagged with: , , , , ,

Comentários desativados em Mercado eleva previsões para inflação; mantém para Selic

China promete controle de crédito para conter inflação

Posted in Ásia & Oceania, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 27/12/2010

PEQUIM (Reuters) – 27/12/2010.

O banco central da China voltou a mirar a inflação nesta segunda-feira, dizendo que controlará o crédito e a liquidez no país para combater as pressões inflacionárias e as bolhas de ativos.

Em comunicado no site do BC (www.pbc.gov.cn), a vice-presidente Hu Xiaolian disse que a China normalizou a política monetária e que o país irá explorar novas maneiras de gerenciar o excesso de liquidez, considerado um importante indutor da inflação na máxima em 28 meses.

As declarações de Hu vieram dois dias após a China surpreender os investidores ao elevar o depósito compulsório bancário e a taxa básica de juro em 0,25 ponto percentual no dia de Natal. É a segunda elevação de juros em pouco mais de dois meses. (more…)

Comentários desativados em China promete controle de crédito para conter inflação

Mercado eleva estimativa de inflação em 2010 e 2011

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 27/12/2010

Brasil – Estadão – 27/12/2010.

O mercado financeiro voltou a elevar a previsão da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), para o acumulado de 2010 e 2011, conforme a pesquisa Focus, divulgada hoje pelo Banco Central (BC). A expectativa para a inflação neste ano subiu de 5,88% para 5,90%, em um patamar ainda mais distante do centro da meta de inflação, que é de 4,50%. A estimativa para o IPCA em 2011 passou de 5,29% para 5,31%, sendo que o centro da meta de inflação para o próximo ano também é de 4,50%. A meta tem margem de tolerância de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo.

No caso da inflação de curto prazo, o mercado elevou de 0,60% para 0,62% a previsão para o IPCA de dezembro. Para a inflação de janeiro, a taxa prevista seguiu em 0,60%, de acordo com a Focus. (more…)

Tagged with: , , , , ,

Comentários desativados em Mercado eleva estimativa de inflação em 2010 e 2011

IPCA de outubro é o maior desde fevereiro por alimentos

Posted in Américas, Economia, Comércio & Finanças by Nejme Joma on 09/11/2010

RIO DE JANEIRO, 9 de novembro (Reuters)

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acelerou mais que o esperado em outubro e atingiu o maior patamar desde fevereiro, devido, principalmente, a maiores custos de alimentos.

A alta foi de 0,75 por cento em outubro, após 0,45 por cento em setembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira. (more…)

Comentários desativados em IPCA de outubro é o maior desde fevereiro por alimentos