Clipping de Relações Internacionais

Em artigo, FHC pede que oposição ao governo fale “forte”

Posted in Américas, Política & Política Externa by Nejme Joma on 06/02/2011

Brasil – Estadão

Para evitar que o governo do PT e seus aliados continuem “na toada” de tomar a propaganda por realização, a oposição precisa falar “e falar forte”, sem medo e sem se perder em “questiúnculas internas”, recomenda hoje em artigo publicado no jornal O Estado de S. Pauloo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Há que mexer no desagradável”, desafia FHC. O texto, com o título “Tempo de Muda”, compara o momento de início de ano, com nova presidente empossada e novo Congresso Nacional, com a hora da “troca de animais cansados por outros mais bem dispostos e de plantas que saem de vasos para florescer em terra firme”. Mesmo com essa renovação, alerta, o Brasil é o de sempre, com seus êxitos, lacunas e aspirações.

Das lacunas e mazelas que continuam, FHC critica especialmente a “herança braba” que a presidente Dilma “herdou de seu patrono (Lula) e de si mesma”, em especial a situação fiscal “que se agravou”. “Nem bem assume, seus porta-vozes econômicos já têm de apelar para as mágicas antigas”, comenta o ex-presidente no artigo. Ele diz que há no momento um “reconhecimento mal disfarçado da necessidade de um ajuste fiscal” e que “os pelegos aliados do governo (as principais centrais sindicais) que enfiem a viola no saco pois os déficits deverão falar mais alto do que as benesses que solidarizam as centrais com o governo Lula”.

FHC critica ainda o atropelo em questões como a instalação da Usina de Belo Monte, que “há de vir à luz por cesariana, esquecendo as preocupações com o meio ambiente e com o cumprimento de requisitos legais”, e a exploração das reservas do pré-sal, que no seu entender deveria esperar até que o País tenha uma estratégia mais clara sobre como e quando aproveitá-las.

As alianças com os partidos da governabilidade continuarão a custar caro no Congresso e Ministérios, segundo FHC, que também cita indicações para o segundo escalão, como a presidência de Furnas, “objeto de rapto e retaliação”.

Em meio a todo esse quadro, FHC questiona a oposição ao governo que “quer ser elevada sem sujar as mãos (ou a língua) nas nódoas do cotidiano nem confundir crítica ao que está errado com oposição ao País”.

Ao diagnosticar que o governo anterior (Lula) sonegava à população o debate sobre seu futuro, FHC afirma que está na hora de a oposição “berrar e pedir a democratização das decisões, submetendo-as ao debate público”. (more…)

Tagged with: , , , ,

Comentários desativados em Em artigo, FHC pede que oposição ao governo fale “forte”

SIP manifesta crítica a leis de mídia no Brasil

Posted in Américas, Opinião Pública/Mídia by Nejme Joma on 09/11/2010

Brasil – Estadão – 09/11/2010.

A declaração final da 66.ª Assembleia da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, em espanhol), que termina hoje, no México, deve conter duras advertências ao Brasil e aos países bolivarianos, por suas políticas que, em diferentes níveis, propõem monitorar, controlar ou até censurar aos meios de comunicação. Já países como México e Honduras serão citados pelos assassinatos, desaparecimentos e atentados contra a imprensa. (more…)

Comentários desativados em SIP manifesta crítica a leis de mídia no Brasil

Uribe critica comentários de Lula sobre crise com Venezuela

Posted in Américas, Paz & Conflito, Segurança Nacional & Defesa by Vinícius Oliveira on 29/07/2010

O Estado de São Paulo – 29/07/2010

O gabinete do presidente colombiano, Alvaro Uribe, emitiu nota criticando os comentários do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a crise com a Venezuela.

” Deploramos que Lula, com quem temos as melhores relações, tenha se referido à crise como um caso pessoal e ignore a ameaça que representa a presença de guerrilheiros das Farc na Venezuela”, diz a nota. (more…)

Comentários desativados em Uribe critica comentários de Lula sobre crise com Venezuela

Chávez chama comissão de direitos humanos da OEA de “máfia”

Posted in Américas, Direitos Humanos by Nejme Joma on 26/02/2010

CARACAS (Reuters) – 25/02/2010.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta quinta-feira que deixará a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos por considerá-la uma “máfia” e seu chefe um “excremento” após um relatório criticar seu histórico. (more…)

Comentários desativados em Chávez chama comissão de direitos humanos da OEA de “máfia”