Clipping de Relações Internacionais

Irã culpa potências ocidentais por falta de acordo

Posted in Oriente Médio, Política & Política Externa by Emilia C. de Paula on 12/11/2013

Irã – BBC – 12/11/13.

O ministro das Relações Exteriores do Irã culpou a falta de união entre as potências ocidentais pelo fracasso em se chegar a um acordo sobre seu programa nuclear no último sábado.

Mohammad Javad Zarif rejeitou a alegação do Secretário de Estado americano, John Kerry, de que o Irã tinha sido incapaz de aceitar o acordo “naquele momento”.

Ele disse que “manipulações” não poderiam mudar o que aconteceu em Genebra, mas podem “corroer ainda mais a confiança”.

Zarif pareceu culpar a França por “cortar mais da metade” do projeto proposto pelos Estados Unidos.

Representantes do Irã e do chamado P5 +1, formado por Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Rússia e China, mais a Alemanha, se reunirão novamente em 20 de novembro.

O Irã insiste que seu programa nuclear é para fins pacíficos, mas potências mundiais suspeitam que o país esteja desenvolvendo armas nucleares.

‘Não é culpa do Irã’

Alguns relatos disseram que as últimas negociações falharam porque a França queria colocar fortes restrições sobre o reator de água pesada que está sendo construído em Arak, e outros que a insistência do governo iraniano para obter reconhecimento formal do seu “direito” de enriquecer urânio tinha sido o grande obstáculo.

Durante uma visita a Abu Dhabi na segunda-feira de manhã, Kerry disse à repórteres que o P5 +1 “estava unido no sábado quando apresentamos a nossa proposta para os iranianos.”

“Os franceses concordaram, nós concordamos, e todos concluíram que era uma proposta justa”, acrescentou. “O Irã não pôde aceitá-lo naquele momento particular.”

Mais tarde, Zarif respondeu à alegação no Twitter. “Manipulações não podem mudar o que aconteceu entre os 5 +1 em Genebra entre quinta-feira às 18h e sábado às 17h45. Mas podem corroer ainda mais a confiança”, ele escreveu.

“Senhor secretário, foi o Irã que destruiu mais da metade do projeto proposto pelos Estados Unidos na quinta à noite? E comentou publicamente contra ele na sexta-feira?”

Zarif parecia estar se referindo ao ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, que na sexta-feira de manhã advertiu em um comunicado que seu país queria um “acordo verossímil”. No final das negociações do dia, Laurent Fabius disse à rádio France Inter que Paris não podia aceitar um “jogo de tolos”.

Uma fonte do Ministério das Relações Exteriores da Rússia também foi citado pela agência de notícias Interfax nesta terça-feira dizendo que o fracasso não era “culpa do Irã”.

“O Irã estava satisfeito com o projeto de documento, mas como a decisão durante as negociações é aprovada por consenso, não foi possível chegar a um acordo final”, disse a fonte.

Positivo

Zarif foi, no entanto, positivo sobre a perspectiva de um avanço.

“Estamos comprometidos com o engajamento construtivo. Interação com igualdade para alcançar objetivos comuns”, escreveu ele.

Kerry também disse à BBC que os negociadores chegaram “muito, muito perto” de chegar a um acordo.

“Acho que fomos separados por quatro ou cinco formulações diferentes de um conceito particular,” disse ele.

Na segunda-feira, Fabius negou responsabilidade pelo fracasso das negociações e revelou que havia várias questões que “ainda precisam ser discutidas com os iranianos”, incluindo a instalação de Arak.

Teerã diz que o reator é destinado à produção de radioisótopos para fins médicos, mas o seu combustível radioativo conterá plutônio capaz de ser usado em armas nucleares.

Perguntas também permanecem sobre o estoque iraniano de urânio enriquecido a um nível médio de pureza, ou 20%. Especialistas dizem que ele poderia ser enriquecido a 90%, o nível necessário para uma bomba nuclear, em um tempo relativamente curto.

Disponível em:

 http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/11/131112_ira_culpa_oeste_an.shtml

Comentários desativados em Irã culpa potências ocidentais por falta de acordo

%d blogueiros gostam disto: