Clipping de Relações Internacionais

Relator da ONU quer mais impostos sobre alimentos prejudiciais

Posted in Economia, Comércio & Finanças, Regiões by Nejme Joma on 17/09/2011

Olivier de Schutter disse que líderes internacionais “não podem perder a chance de mudar uma situação que mata milhões de adultos todos os anos.”

O relator especial das Nações Unidas para o Direito à Alimentação, Olivier de Schutter, pediu a criação de impostos sobre gêneros alimentícios prejudiciais à saúde.

Olivier de Shutter pediu cooperação dos líderes do mundo para melhorar os hábitos alimentares das pessoas

Em comunicado, emitido nesta sexta-feira, em Genebra, de Schutter pediu aos líderes internacionais, que se reunirão na sede da ONU, na próxima semana para fazer sua parte no combate ao problema.

Pressão da Indústria
Segundo o relator, milhões de pessoas morrem todos os anos por causa de alimentação errada.
Olivier de Schutter disse que “guias voluntários não são sufucientes.” Para ele, “os líderes mundiais não podem se curvar à pressão da indústria.”

O encontro de alto nível, em Nova York, sobre doenças crônicas deverá reunir mais de 30 líderes de Estado e governo além de ministros da Saúde. A presidente Dilma Rousseff e o titular da pasta no Brasil, Alexandre Padilha já confirmaram presença.
Doenças como câncer, diabetes, derrames, problemas coronários e pulmonares são a causa de 63% das mortes em todo o mundo, anualmente.

Risco
O relator da ONU afirmou que o consumo de alimentos processados e outros hábitos nada saudáveis aumentarm o risco de doenças.

Ele lembrou que comerciais sobre comida têm um impacto muito grande sobre crianças. Para de Schutter, alimentos prejudiciais são mais atraentes para consumidores pobres, por serem menos caros.
Dados da Organização Mundial da Saúde, OMS, revelam que pelo menos 2,8 milhões de adultos morrem todos os anos por estarem acima do peso ou obesos.

A maioria dos óbitos é de pessoas com diabetes, isquemia e alguns tipos de câncer.

Tagged with: , ,

Comentários desativados em Relator da ONU quer mais impostos sobre alimentos prejudiciais

%d blogueiros gostam disto: