Clipping de Relações Internacionais

Comissão Europeia considera incompreensível rebaixamento da dívida irlandesa

EFE – 13/07/2011

 

A Comissão Europeia classificou nesta quarta-feira de “incompreensível” a decisão da agência Moody”s de rebaixar a classificação da dívida da Irlanda de um degrau, para bônus lixo, e de “questionável” o momento escolhido para diminuir o nível, afirmou a porta-voz da Comissão, Pia Ahrenkilde, na entrevista coletiva diária.

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, considera a “decisão da véspera da agência Moodys de rebaixar a classificação da dívida da Irlanda de incompreensível e o momento em que o faz – quando a segunda missão de revisão trimestral está prestes a anunciar suas conclusões – é, ao menos, questionável”, afirmou a porta-voz do Executivo comunitário, Pia Ahrenkilde.

Ele chamou atenção para o fato de a Irlanda ter demonstrado “determinação” e “decisão” na hora de implementar seu programa de ajuste, os bancos estão sendo recapitalizados e o sistema financeiro irlandês sendo mais amplamente reparado, o que representa um passo essencial para a recuperação econômica desse país, ressaltou.

As exportações crescem fortemente, o país ganha em competitividade e o crescimento previsto para este ano reduzirá o desemprego de maneira substancial, acrescentou a porta-voz.

“Certamente ainda há muito trabalho pela frente e claramente não pode haver espaço para a complacência, mas a Irlanda está agora no caminho correto”, indicou Ahrenkilde.

A missão da troika – o Banco Central Europeu, o Fundo Monetário Internacional e a Comissão Europeia – divulgarão nesta quinta-feira suas conclusões da revisão trimestral do programa de ajuste da Irlanda, que ascende a 85 bilhões de euros, assinalou.

Precisamente nesta quarta-feira, a Comissão Europeia indicou nesta quarta-feira em seu relatório trimestral sobre a Eurozona que a Irlanda “avança bem” na hora de superar a pior crise econômica em sua história recente.

“Alcançaram importantes progressos na Irlanda, em particular na área da recapitalização e reestruturação do setor bancário e na consolidação fiscal. A Irlanda também melhorou substancialmente sua competitividade mediante ajustes salariais”, assinala no documento.

A agência de classificação de riscos Moody”s rebaixou a dívida da Irlanda um degrau até o bônus lixo, do nível “Baa3” para “Ba1″.

Moody”s justificou o rebaixamento da dívida irlandesa pela “crescente possibilidade” que, quando finalize em 2013 o atual programa de resgate da UE e do FMI, Irlanda necessite maior “financiamento oficial” antes de poder voltar aos mercados.

A agência citou a possibilidade que, em consonância com as recentes propostas de Governos da União Europeia, se peça a participação dos credores privados como condição prévia à concessão de ajuda adicional à Irlanda.

Moody”s reconhece que a Irlanda demonstra até o momento “um forte compromisso” em seus programas de “consolidação fiscal” e que cumpre com as condições de seu resgate financeiro, mas adverte que “sua aplicação leva a riscos, principalmente o teor da contínua fragilidade da economia irlandesa”.

A agência explica que se deve também a “mudança de tom entre os Governos da EU com relação às condições sobre as quais fixará o apoio” a países com problemas na zona do euro.

A agência fazia assim referência às medidas adotadas nesta segunda-feira pelos 17 ministros de Finanças da zona do euro, que se mostraram dispostos nesta segunda-feira a melhorar a flexibilidade e alcance do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira para assistir aos países com problemas de financiamento.

 

Disponível em: http://noticias.terra.com.br/noticias/0,,OI5239118-EI188,00-Comissao+Europeia+considera+incompreensivel+rebaixamento+da+divida+irlandesa.html. Acesso em 13/07/2011

Comentários desativados em Comissão Europeia considera incompreensível rebaixamento da dívida irlandesa

%d blogueiros gostam disto: