Clipping de Relações Internacionais

Aiatolá Khamenei parabeniza povo do Egito por ‘movimento islâmico de libertação’

Posted in Oriente Médio, Paz & Conflito by Nejme Joma on 04/02/2011

TEERÃ –

O supremo líder do Irã, aiatolá Ali Khamenei, parabenizou nesta sexta-feira os povos de Egito e Tunísia pelo que chamou de “movimento islâmico de libertação”. Em seu discurso durante as orações de sexta-feira, Khamenei disse ver um sinal da “consciência islâmica” nos movimentos contra os governos dos dois países. Para ele, os levantes são uma repercussão da Revolução Iraniana de 1979.

 O despertar do povo islâmico do Egito é um movimento islâmico de libertação e eu, em nome do governo do Irã, saúdo o povo do Egito e o povo da Tunísia – afirmou o aiatolá.

 O líder supremo iraniano ainda orientou egípcios e tunisianos a se unirem em torno da religião e contra o Ocidente, embora em nenhum dos dois países os movimentos populares contra o governo tivessem características predominantemente islâmicas ou anti-ocidenatais. Outras autoridades iranianas já tentaram vincular a revolta no mundo árabe à Revolução Iraniana.

Disponível em: http://br.noticias.yahoo.com/s/04022011/83/aiatola-khamenei-parabeniza-povo-egito-movimento.html

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. edelvio coelho lindoso said, on 04/02/2011 at 22:18

    Entre o Aiatolá e Saramago, acredite na verdade do segundo. Religião institucionalizada nunca uniu, e quando desemboca em Teocracia vira uma praga. A Santa Madre Igreja com a Inquisição em Portugal e Espanha; rios de sangue afogaram judeus. As Cruzadas anti-Islâmicas, terror bi-continental. Templários, horrrizaram o OM. Noite de São Bartolomeu, na França, Católicos massacrando Protestantes. Irlanda Norte e Sul matando-se por uma mesma Fé, em ritos diferentes.
    Deixe-se as coisas temporais resolverem-se laicamente, e as coisas de Deus, qual for, em suas congregações e ter-se-há duas dores de cabeça, incômodos amenizados pela divisão.
    Que o Egito se despeça de um caudilho, faça experiências políticas preservando as liberdades básicas, e dê um chega prá lá em estrangeiros metidos. Use suas cabeças pensantes, com milênios de tradição civilizatória. Não queiram amigos(?) mandões e espaçosos, troque-os por parceiros de negócios; verão como são mais vantajosos. Não se sintam apoucados em frente a gringos.
    Avante Egito, ame suas pirâmides, seus desertos seus camelos e protejam seu Nilo.


Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: