Clipping de Relações Internacionais

Manifestantes da oposição e seguidores de Mubarak entram em choque no Cairo

Posted in Oriente Médio, Paz & Conflito by Nejme Joma on 03/02/2011

CAIRO

O choque entre manifestantes de oposição e partidários do presidente do Egito, Hosni Mubarak, nas ruas do Cairo deixou pelo menos quatro mortos e 1.500 feridos nesta quarta-feira e no início de quinta. As últimas vítimas – sete feridos e um morto – foram atingidas por tiros disparados por seguidores do ditador no começo da madrugada, na Praça Tahrir, segundo a rede de TV Al Arabiya.

Os números de vítimas do dia mais violento dos protestos contra Mubarak, em curso desde a terça-feira da semana passada, ainda são conflitantes. Os 1.500 feridos estão em uma estimativa da agência de notícias Reuters, enquanto o governo, mais conservador, fala em 639.

Os protestos continuam apesar de o ditador ter anunciado, na noite de terça-feira, que não concorreria a um novo mandato nas eleições de setembro – o que poria fim a 30 anos de poder.

Manifestantes pró e contra Mubarak não atenderam ao pedido do Exército para que restaurassem a normalidade no Egito, e se enfrentaram com paus e pedras durante a tarde (fim da manhã no horário de Brasília), quando os dois grupos realizavam atos na mesma região da capital.

Já durante a noite, coquetéis molotov eram lançados ( assista) do alto de prédios contra manifestantes. A TV estatal transmitiu uma ordem para que todos deixassem a Praça Tahrir, palco dos confrontos mais violentos, mas ainda há violência e se ouve tiros. Com muitas pessoas ainda nas ruas, carros incendiados e explosões são cena comum no centro da capital durante a madrugada.

O Egito rejeitou nesta quarta-feira os pedidos da comunidade internacional para uma transição imediata de poder, mas, segundo funcionários do governo americano, já há debates entre pessoas próximas ao ditador sobre possíveis concessões à oposição.

“Rejeitamos os pedidos dos governos estrangeiros para um período de transição iniciado imediatamente’ no Egito”, disse em comunicado o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, Hossam Zaki, afirmando que tais pedidos “buscam inflamar a situação interna no Egito”.

Partidos opositores falam em negociar com ditador

O líder da oposição, Mohamed ElBaradei, pediu que o Exército intervenha e proteja a população. Partidários de Mubarak romperam um cordão da oposição na Praça Tahrir, ponto principal das manifestações anti-Mubarak que atraíram centenas de milhares de pessoas no dia anterior.

Quando os seguidores de Mubarak rasgaram cartazes que denunciavam o líder do governo, se deu o confronto. Várias pessoas foram flagradas quebrando o chão da praça para se armar com pedras. Segundo a al-Jazeera, os manifestantes pró-governo usavam roupas civis e coletes à prova de bala.

Imagens de TV mostraram manifestantes a cavalo cruzando uma multidão de oposicionistas. Dois deles foram derrubados e agredidos violentamente. Camelos também foram usados para abrir caminho entre a massa de manifestantes.

Já os líderes da oposição, incluindo o Nobel da Paz Mohamed ElBaradei e o grupo radical Irmandade Muçulmana, afirmam que só negociam depois que Mubarak abandonar o poder. No discurso de terça-feira, entretanto, o ditador disse que o seu governo sobreviverá até setembro, mas que encaminhará a transição de forma pacífica.

Disponível em: http://br.noticias.yahoo.com/s/03022011/83/manifestantes-da-oposicao-seguidores-mubarak-entram.html

Tagged with: , , , ,

Comentários desativados em Manifestantes da oposição e seguidores de Mubarak entram em choque no Cairo

%d blogueiros gostam disto: