Clipping de Relações Internacionais

Zelaya logró que Chávez y Castro firmaran una propuesta sin saber que era de EE UU

Posted in Américas, Política & Política Externa by Emilia C. de Paula on 30/01/2011

Honduras – El País – 31/01/11.

Días antes del golpe de Estado que le derrocó, en junio de 2009, el presidente hondureño Manuel Zelaya desempeñó el papel de ‘agente doble’ de EE UU ante la Alianza Bolivariana para las Américas (ALBA), que comanda el venezolano Hugo Chávez. En el cable del Departamento de Estado 210866, clasificado confidencial y fechado el 8 de junio de 2009, la Embajada de EE UU en Tegucigalpa se refiere al borrador aprobado en la Asamblea General de la Organización de Estados Americanos (OEA), celebrada el 2 y 3 de junio de 2009 en San Pedro de Sula (Honduras), como “nuestro texto”. Éste fue presentado por Zelaya, quien logró el apoyo de Fidel Castro, Chávez y demás líderes del ALBA sin que supieran el origen del borrador.

(more…)

Comentários desativados em Zelaya logró que Chávez y Castro firmaran una propuesta sin saber que era de EE UU

Pequeño resumen al borde de las páginas de la vida real

Posted in Américas, Política & Política Externa by Emilia C. de Paula on 30/01/2011

Chile – El Clarín – 30/01/11.

“La emancipación del proletariado es la abolición del crédito burgués, pues significa la abolición de la producción burguesa y de su orden”.

“El crédito público y el crédito privado son el termómetro económico por el que se puede medir la intensidad de una revolución. En la misma medida en que aquellos bajan, suben el calor y la fuerza creadora de la revolución” (K. Marx, “Las luchas de clases en Francia de 1848 a 1850” Edit. Progreso, 1966, p. 138).

(more…)

Comentários desativados em Pequeño resumen al borde de las páginas de la vida real

EU evacuará a sus ciudadanos de Egipto

Posted in Oriente Médio, Política & Política Externa by Emilia C. de Paula on 30/01/2011

EUA – Notimex – 30/01/11.

El Departamento de Estado informó hoy que el gobierno estadounidense operará a partir de este lunes vuelos fletados para evacuar a sus ciudadanos en Egipto.

(more…)

Tagged with: , , , ,

Comentários desativados em EU evacuará a sus ciudadanos de Egipto

Síria também quer ‘justiça’, dizem militantes

Posted in Oriente Médio, Paz & Conflito by Nejme Joma on 30/01/2011

DAMASCO (AFP) –

Militantes sírios como o opositor Michel Kilo e o cineasta Omar Amiralay comemoraram neste domingo a revolução na Tunísia e as revoltas no Egito, afirmando que o povo sírio também aspira “à justiça, à liberdade”.

“Cumprimentamos o povo tunesiano e sua revolução, assim como os protestos do povo do Egito contra um regime repressivo e corrupto. Aspiramos, junto a todos os povos, incluindo o povo sírio, à justiça, à liberdade, à igualdade para todos”, declararam esses militantes em um comunicado.

“O povo tunesiano pôde derrubar em um mês um dos regimes árabes mais ditatoriais e mais corruptos”, completa o texto.

“Esta revolução mostrou aos árabes até que grau a Tunísia se parece com seus países, onde o poder e as riquezas estão concentrados nas mesmas mãos”, afirmou o comunicado.

Entre os 39 signatários desse documento estão opositores políticos que passaram muitos anos na prisão, como o economista Aref Dalila, o poeta Faraj Beirakdar, os escritores Yassin Haj Saleh, Michel Kilo e Fayez Sara, assim como cineastas, pesquisadores e advogados. (more…)

Comentários desativados em Síria também quer ‘justiça’, dizem militantes

Chipre reconheceu Estado palestino, diz chanceler

Posted in Oriente Médio, Política & Política Externa by Nejme Joma on 30/01/2011

RAMALLAH, Territórios Palestinas (AFP)

O ministro palestino de Relações Exteriores, Riyad al-Malki, afirmou neste domingo à AFP que o Chipre reconheceu oficialmente o Estado da Palestina com as fronteiras de 1967.

Este reconhecimento de um Estado palestino que inclui Jerusalém Oriental, Cisjordânia e Faixa de Gaza, que seria o primeiro de um país membro da União Europeia (UE), não foi confirmado por fontes oficiais cipriotas.

Makli afirmou ter recebido uma carta do presidente cipriota, Demetris Christofias, “reconhecendo oficialmente o Estado da Palestina com as fronteiras de 1967”, dirigida ao presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e que teria sido entregue neste domingo.

Completou que o texto contém um compromisso para criar uma embaixada da delegação palestina em Nicosia, sem fixar uma data, iniciativa já tomada por vários países da UE.

Desde dezembro, reconheceram o Estado da Palestina oito países latino-americanos, seis dos quais aceitando as fronteiras de 1967 (Brasil, Argentina, Equador, Bolívia, Guiana e Paraguai). (more…)

Comentários desativados em Chipre reconheceu Estado palestino, diz chanceler

Brasil presidirá Conselho de Segurança

Posted in Américas, Organizações Internacionais & Regionais by Nejme Joma on 30/01/2011

São Paulo, 30

O Brasil assumirá a presidência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (1/2) e irá comandar o grupo durante o mês de fevereiro. O posto é rotativo e sempre ocupado por um dos 15 membros do órgão. Há anos, o Brasil tenta ocupar um assento permanente no conselho e defende sua reforma. Ao assumir o comando, o objetivo é ampliar os debates para as áreas de conflito nas regiões mais pobres do mundo.

As informações são confirmadas pelas Nações Unidas. No dia 11 de fevereiro, o Brasil promoverá um debate sobre as questões paz, segurança e desenvolvimento. O ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, deverá participar das discussões. Na ONU, o Brasil é representado pela embaixadora Maria Luiza Ribeiro Viotti. De acordo com diplomatas que acompanham as discussões nas Nações Unidas, o momento é de observar com atenção o que ocorre no Kosovo, no Congo e em Guiné Bissau, além dos efeitos do plebiscito no Sudão.

No ano passado, em sessão das Nações Unidas em nome do governo brasileiro, o então ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, defendeu a reforma urgente da atual estrutura do Conselho de Segurança. Criado em 1945, depois da Segunda Guerra Mundial, o formato do órgão estabelece que cinco países tenham assento permanente e dez ocupem provisoriamente, por dois anos, as vagas.

Uma das propostas em discussão é que, entre os seus integrantes permanentes, sejam incluídos mais dois países da Ásia, um da América Latina, outro do Leste Europeu e um da África. Atualmente, são integrantes permanentes do conselho os Estados Unidos, Rússia, China, França e Inglaterra. Já o Brasil, Turquia, Bósnia Herzegovina, Gabão, Nigéria, Áustria, Japão, México, Líbano e Uganda são membros rotativos no órgão, com mandato de dois anos.

É o Conselho de Segurança das Nações Unidas que autoriza a intervenção militar em um dos 192 países-membros da organização e também que estabelece sanções – como ocorreu com o Irã, em junho. Os conflitos e crises políticas são analisados pelo conselho, que define sobre o envio e a permanência de militares das missões de paz. Em junho de 2010, Brasil e Turquia, que integram o Conselho de Segurança das ONU, votaram contra as sanções ao Irã. O Líbano se absteve da votação, mas 12 países foram favoráveis às restrições. Para a comunidade internacional, o programa nuclear do Irã é suspeito de produção secreta de armas atômicas. Os iranianos negam. As informações são da Agência Brasil. (more…)

Comentários desativados em Brasil presidirá Conselho de Segurança

Velhas carreiras, novas perspectivas

Posted in Américas, Social & Questões Culturais by Nejme Joma on 30/01/2011

SÃO PAULO –

A historiadora Zuleika Alvim, de 68 anos, não queria seguir o caminho mais tradicional da sua profissão: dar aulas. Preferiu contar um tipo diferente de história, a empresarial. Em1985, ela criou a Grifo Projetos Históricos e Empresariais, especializada no assunto. Hoje, Zuleika trabalha para grandes corporações que dão cada vez mais importância para esse tipo de trabalho e emprega 36 pessoas, a maioria historiadores que, como ela, buscavam novas formas de atuar na profissão.

Com o mercado de trabalho aquecido, o surgimento de novas tecnologias e a flexibilização nas formas de contratação, nichos de mercado em áreas mais tradicionais do conhecimento, como história, geografia e medicina, estão crescendo e abrindo espaço para profissionais dinâmicos e criativos. E esses segmentos oferecem vantagens, incluindo maior remuneração ou estabilidade.

A historiadora Beth Totini, de 53 anos, que deixou a carreira de professora para trabalhar com história empresarial, garante que esse mercado está cada vez mais aquecido. “Há cinco anos, percebo um aumento da valorização dessa área pelas organizações, principalmente por causa do surgimento de novos paradigmas como o da responsabilidade social”, diz. “As empresas perceberam que o conhecimento da própria história faz diferença na elaboração do planejamento estratégico.”

É o caso da Unilever, empresa que há dez anos mantêm um centro de memória em sua sede, em São Paulo, administrado pela Grifo Projetos Históricos e Empresariais, a empresa de Zuleika. Desde a criação do centro, a companhia conseguiu melhorar sua comunicação com os consumidores, reposicionar produtos no mercado e tomar uma série de decisões estratégicas. “Sem olhar para a história, perdemos a perspectiva para fazer novos lançamentos. Em 2008, nós conseguimos fazer um planejamento estratégico até 2012 porque tínhamos esse tipo de conhecimento”, diz o vice-presidente de assuntos corporativos da empresa, Luiz Carlos Dutra.

Além dos mapas. Quando o estudante Pedro David Albuquerque, de 24 anos, entrou na faculdade de geografia, acreditava que uma das melhores opções de carreira era a de professor universitário. No fim do segundo ano do curso, conseguiu um estágio em uma área que até então desconhecia, o geomarketing, técnica que utiliza a localização geográfica para analisar as melhores possibilidades de mercado para uma empresa. Há mais de dois anos na área, ele mudou de emprego, mas não de carreira. “Quando comecei a estudar geografia, diziam que eu tinha dois caminhos: ser professor ou trabalhar no mercado de engenharia com geoprocessamento. Com o tempo, vi que existiam outras possibilidades.” (more…)

Comentários desativados em Velhas carreiras, novas perspectivas

Ibama descumpre próprias condições e autoriza início de Belo Monte

Posted in Américas, Meio-Ambiente by Emilia C. de Paula on 30/01/2011

Brasil – DW  – 30/01/11.

A usina hidrelétrica de Belo Monte começa a sair do papel. Nesta quarta-feira (26/01), o Ibama concedeu ao empreendimento a licença para o início da montagem do canteiro de obras. E o consórcio Norte Energia tem pressa de que a construção comece logo.

(more…)

Comentários desativados em Ibama descumpre próprias condições e autoriza início de Belo Monte

Mais de 99 por cento do Sul do Sudão votam pela separação

Posted in África, Sistemas Políticos by Emilia C. de Paula on 30/01/2011

JUBA, Sudão – Reuters – 30/01/11.

O Sul do Sudão votou esmagadoramente para se separar do Norte em um referendo que teve a intenção de encerrar décadas de guerra civil, disseram autoridades neste domingo, causando comemorações em massa na capital do Sul, Juba.

(more…)

Comentários desativados em Mais de 99 por cento do Sul do Sudão votam pela separação

Egipto prohíbe emitir a Al Yazira y cierra sus oficinas en todo el país

Posted in Oriente Médio, Política & Política Externa by Emilia C. de Paula on 30/01/2011

Egito – El País – 30/01/11.

Al Yazira emitía en directo desde el corazón de las protestas de Egipto. Desde hoy ya no. Las autoridades egipcias han prohibido sus emisiones, ha cerrado todas las oficinas de la cadena árabe en el país y ha retirado los permisos oficiales de todos los corresponsales.

(more…)

Comentários desativados em Egipto prohíbe emitir a Al Yazira y cierra sus oficinas en todo el país

El Gobierno chino teme el contagio y censura la palabra Egipto en los ”microblogs’

Posted in Ásia & Oceania, Ciência & Tecnologia by Lucas S. on 30/01/2011

Pequim – El País – 30/01/11

Las autoridades chinas no quieren correr riesgos ante la posibilidad de un efecto decontagio de las protestas en favor de la democracia ocurridas en Egipto, Túnez y otros países musulmanes. Pekín ha bloqueado la palabra “Egipto” en los microblogs de portales como Sina.com y Sohu.com, que, cuando se efectúa una búsqueda, devuelven el mensaje “De acuerdo con las leyes, regulaciones y políticas relevantes, los resultados no pueden ser mostrados” o dicen que no han sido encontrados. (more…)

Tagged with: , , ,

Comentários desativados em El Gobierno chino teme el contagio y censura la palabra Egipto en los ”microblogs’