Clipping de Relações Internacionais

Embarcação com ativistas pró-palestinos segue para Gaza

Posted in Oriente Médio, Paz & Conflito by Nejme Joma on 26/09/2010

Oriente Médio – Estadão – 26/09/2010.

Uma embarcação carregando ativistas judeus de Israel, Alemanha, Estados Unidos e Reino Unido saiu em direção a Gaza neste domingo, esperando romper o bloqueio de Israel para entregar ajuda humanitária aos palestinos.

Um dos organizadores do grupo britânico “Judeus pela Justiça aos Palestinos”, Richard Kuper, disse que um dos objetivos é mostrar que não são todos os judeus que apoiam as políticas de Israel em relação aos palestinos. Kuper acrescentou que o barco, que saiu do norte do Chipre com uma bandeira britânica, não fará resistência a uma eventual interceptação das autoridades israelenses. A viagem acontece quase quatro meses após homens do exército de Israel tomarem uma flotilha de ajuda humanitária que se dirigia a Gaza, deixando nove ativistas mortos. (more…)

Comentários desativados em Embarcação com ativistas pró-palestinos segue para Gaza

Eta acena com intenção de um cessar fogo permanent

Posted in Europa by Nejme Joma on 26/09/2010

Espanha – Estadão – 26/09/2010.

O grupo separatista basco ETA informou que deseja declarar um cessar fogo permanente, confirmado por observadores internacionais, numa tentativa de fechar o longo conflito na região com o governo espanhol. O grupo não especificou se permitirá aos observadores acompanhar a destruição de suas armas, mais próxima garantia de um fim na violência, mas indicou estar preparado para ir além de uma mera declaração de cessar fogo. O ETA disse que tomaria uma atitude “se as condições para tal ação fossem criadas”, sem especificar quais seriam. (more…)

Comentários desativados em Eta acena com intenção de um cessar fogo permanent

Memória e diplomacia: o verso e o reverso,

Posted in Américas, Política & Política Externa, Regiões by Rodrigo Felismino on 26/09/2010

Paulo Roberto de Almeida

Memórias, pelo menos memórias publicadas, não são para qualquer um: elas geralmente constituem o apanágio e a distinção daqueles que tiveram um itinerário de vida semeado de grandes e importantes cruzamentos com a vida política nacional (ou até internacional) e que desempenharam algum papel de relevo em alguns dos episódios. Pode ocorrer, também, com indivíduos que foram simplesmente testemunhas desses fatos, mesmo com alguma participação mínima nesses eventos, aquilo que Raymond Aron chamou, para si mesmo, de “espectador engajado” (ver suas Memórias, publicadas em 1983, e o livro de depoimento, que leva justamente esse título). (more…)

Comentários desativados em Memória e diplomacia: o verso e o reverso,