Clipping de Relações Internacionais

Parlamento sérvio debate decisão de não reconhecer o Kosovo

EFE – 26 de Julho de 2010.

O Parlamento da Sérvia iniciou nesta segunda em Belgrado um debate extraordinário para pronunciar-se sobre a recente opinião da Corte Internacional de Justiça (CIJ) acerca da legalidade da independência do Kosovo e definir os próximos passos a tomar.

Os deputados debaterão a proposta do governo de não reconhecer nunca a independência unilateral do Kosovo, proclamada no dia 17 de fevereiro de 2008.

Participam da sessão do Parlamento o presidente sérvio, Boris Tadic, e o chefe da equipe legal sérvia no processo perante a CIJ, Dusan Batakovic.

O governo sérvio quer propor à Assembleia Geral da ONU uma resolução que abra o caminho para novas negociações sobre o estatuto do Kosovo com o objetivo de solucionar o problema de forma aceitável para as duas partes.

As autoridades sérvias anunciaram uma atividade diplomática intensa para defender sua integridade territorial.

Na quinta-feira passada, a Corte decidiu que a independência unilateral do Kosovo “não violou o direito internacional”.

A opinião da CIJ, embora não seja vinculativa, supôs um forte golpe para a Sérvia e foi realizada pelo Kosovo.

Segundo Belgrado, a CIJ evitou se pronunciar sobre o direito à secessão como “questão substancial” para limitar-se ao conteúdo técnico da declaração albano-kosovar da independência.

Até agora, a independência kosovar foi reconhecida por 69 países, entre eles Estados Unidos, Japão e 22 membros da União Europeia, mas não pela Espanha, Rússia, China, Brasil e a Índia, entre outros.

acesso em 26 de Julho de 2010.

disponível em:  http://www.migre.me/101Y7

Comentários desativados em Parlamento sérvio debate decisão de não reconhecer o Kosovo

%d blogueiros gostam disto: