Clipping de Relações Internacionais

Anistia exige justiça para mulheres vítimas da guerra na Bósnia

Posted in Direitos Humanos, Rússia & Ásia Central by Nejme Joma on 03/10/2009

SARAJEVO (Reuters) – 03/10/2009.

A Anistia Internacional exigiu que a Bósnia busque justiça para até 50 mil mulheres e meninas violentadas durante a guerra no país, entre 1992 e 1995, e punição para os responsáveis, muitos deles ainda ocupando cargos públicos.

Durante a guerra, bósnios de etnia croata, sérvia e muçulmana participaram de estupros sistemáticos como parte de uma suposta estratégia em nome da limpeza étnica. Mas as mulheres, a maioria muçulmana, tiveram negadas as indenizações destinadas às vítimas da guerra civil, informou a entidade de direitos humanos em um relatório nesta semana.

“É uma pena que as autoridades têm negligenciado as necessidades dos sobreviventes pelos últimos 14 anos”, afirmou em uma entrevista coletiva Marek Marczynski, da Anistia Internacional. “Essas mulheres não querem caridade, elas querem o seu direito à indenização e à justiça”.

Marczynski disse que diferentes estimativas colocam o número de vítimas de estupro entre 20 mil e 50 mil, e que a impunidade para tais crimes de violência sexual cometidos em massa ainda prevalece.

“Em muitos lugares, muitos policiais que supostamente violentaram (as mulheres) ainda mantêm suas posições, o que impede que as vítimas denunciem o crime”, ele disse.

Ainda, muitas mulheres não recebem benefícios sociais devido à complexa estrutura dos sistemas judicial e do bem-estar da Bósnia, além de sofrerem discriminação para ter acesso a essa ajuda em relação às outras vítimas da guerra.

Disponível em: REUTERS Brasil

Comentários desativados em Anistia exige justiça para mulheres vítimas da guerra na Bósnia

%d blogueiros gostam disto: